quarta-feira, 20 de novembro de 2019

RANKING GOLEADORES PORTISTAS













LAURETA - Goleador Nº 307

Concretizou 2 golos em 37 participações oficiais com a camisola do FC Porto, ao longo de duas temporadas ao seu serviço (1985/86 e 1986/87).

Alfredo Magalhães Silva Rodrigues, nasceu no dia 18 de Dezembro de 1961, em  Azurém, pequena freguesia do Concelho de Guimarães. A alcunha de Laureta herdou-a do seu pai e do seu avô, também eles assim conhecidos, enquanto atletas do Vitória SC (Guimarães).

Não foi pois de estranhar que o jovem Laureta tivesse os primeiros contactos com a modalidade no Vitória, clube onde começou a evoluir com apenas 15 anos de idade, percorrendo os respectivos escalões de formação. Teve uma saída esporádica, enquanto júnior, para o SC Mirandela (1980/81), clube da II Divisão - Zona Norte, por empréstimo, onde alcançou grande relevo, despertando a atenção do seleccionador nacional de esperanças que o convocou para representar a Selecção nacional desse escalão.

A qualidade das suas exibições e a demonstração de qualidades acima da média, levaram os responsáveis do Vitória a fixarem-no no plantel principal, onde jogou durante 4 épocas a fio (1981/82 a 1984/85), antes de assinar pelo FC Porto.

Laureta caracterizava-se pela agressividade positiva, capacidade de luta, rigor na marcação, poder de choque, velocidade de raciocínio e execução e boa técnica individual. Era um defesa lateral moderno desempenhando a função defesa/ataque com relativo à vontade.

























A sua estreia oficial com a camisola do FC Porto aconteceu no dia 25 de Agosto de 1985, no Estádio das Antas, frente ao Benfica, em jogo da 1ª jornada do Campeonato nacional, com vitória portista por 2-0.

Sob a orientação técnica de Artur Jorge, Laureta ganhou o estatuto de titular, logo de início, se bem que o técnico portista fosse adepto de alguma rotatividade, em função das diversas provas em que o clube se encontrava envolvido.

O defesa portista esteve em 35 das 40 convocatórias possíveis (20 como titular a tempo inteiro, 2 como titular substituído, 5 como suplente utilizado e 8 como suplente não utilizado).

A sua relação com o golo foi muito estreita, conseguindo apenas dois, enquanto atleta azul e branco. A sua estreia a marcar de Dragão ao peito aconteceu no dia 18 de Setembro de 1985, no Estádio das Antas, frente ao Ajax, em jogo da 1ª mão da 1ª eliminatória da Taça dos Campeões europeus, com vitória portista por 2-0. Laureta foi o autor do golo inaugural, obtido aos 4 minutos.

Voltaria a marcar cerca de um mês depois, mais precisamente no dia 19 de Outubro, ainda no Estádio das Antas, frente à Académica de Coimbra, em jogo da jornada 7 do Campeonato nacional, com vitória por 3-0. Laureta encerraria a contagem, aos 52 minutos.

Segue-se uma imagem que ilustra uma das suas várias titularidades. Esta foi obtida no dia 1 de Dezembro de 1985, no Estádio das Antas, no jogo da jornada 12, do Campeonato nacional, realizado contra o Marítimo, com vitória por 4-2:

























Foi uma temporada bem conseguida em que participou activamente na conquista do Campeonato nacional.

A segunda época nas Antas foi bem mais modesta, devido à forte concorrência. Laureta não foi além das 11 convocatórias em 47 possíveis (7 como titular a tempo inteiro, 1 como titular substituído, 2 como suplente utilizado e 1 como suplente não utilizado), mas o suficiente para contribuir para o título europeu, sendo titular contra o Brondby IF, nas Antas.










A perda de influência, aliada à fraca utilização, levaram-no a repensar a sua carreira, optando por sair e experimentar novos desafios.

SC Braga (1987/88 a 1990/91), Gil Vicente (1991/92 a 1993/94) e Académica de Coimbra (1994/95), foi o percurso realizado na sua carreira.

Palmarés ao serviço do FC Porto (1 título):

1 Campeonato nacional (1985/86)

Sem comentários:

Publicar um comentário