quarta-feira, 18 de julho de 2018

RANKING GOLEADORES PORTISTAS - Nº 246













RICARDO PEREIRA - Goleador Nº 246

Apontou 4 golos em 77 participações oficiais, com a camisola da equipa principal do FC Porto, ao longo das 3 temporadas ao seu serviço (2013/14, 2014/15 e 2017/18).

Ricardo Domingos Barbosa Pereira, nasceu no dia 6 de Outubro de 1993, em Lisboa.

Nascido e criado no seio de uma família portista, em Lisboa, Ricardo começou a sua formação no Clube Futebol Benfica (2001/02 a 2003/04), prosseguiu durante seis anos no Sporting (2004/05 a 2009/10) até rumar à Naval, no seu primeiro ano como júnior. O impacto que teve na Figueira da Foz fez despertar o interesse do Vitória de Guimarães, clube onde concluiu a formação e o lançou para a ribalta do futebol profissional, dando nas vistas e onde conquistou o seu primeiro troféu como sénior. Na final da Taça de Portugal de 2013, frente ao Benfica, apontou o golo do 2-1, que permitiu aos minhotos arrecadar o troféu. 

Quando chegou ao FC Porto, no Verão de 2013, era apontado como uma jovem promessa para a ala direita, apesar de no Vitória de Guimarães, já recuar por vezes para a posição de lateral.

























A sua juventude e irreverência não foram no entanto suficientes para entrar de caras no plantel principal, tendo alternado entre a equipa B e a principal.

A sua estreia oficial na equipa principal aconteceu no dia 18 de Agosto de 2013, no estádio do Bonfim, frente ao Vitória de Setúbal, em jogo da 1ª jornada do Campeonato nacional (Liga ZON Sagres), com vitória portista por 3-1. Foi uma estreia simbólica já que foi chamado ao jogo aos 93', a substituir Licá, para fazer os segundos finais.

A sua estreia a titular, foi em jogo da 3ª eliminatória da Taça de Portugal, realizado no dia 19 de Outubro de 2013, no Estádio do Dragão, frente ao Trofense, com a magra vitória por 1-0.

É desse jogo a imagem da equipa titular que se segue:























Já o seu primeiro golo, na equipa principal, foi alcançado no dia 9 de Fevereiro de 2014, no Estádio do Dragão, frente ao Paços de Ferreira, em jogo da jornada 18 do Campeonato nacional, com vitória portista por 3-0. Ricardo saiu do banco aos 90 minutos a render Silvestre Varela, ainda a tempo de marcar o terceiro golo portista, dois minutos depois.

Foram duas temporadas muito intermitentes, com mais utilização na primeira que na segunda e em que mostrou a sua versatilidade, como num célebre empate em Nápoles (2-2), alinhando a lateral, mas na esquerda! Seria um jogo premonitório: Em 2015/16 e 2016/17, Ricardo foi emprestado ao Nice e cresceu essencialmente como lateral, em ambos os lados do campo. Aliás, foi mencionado por várias publicações como um dos melhores neste posto específico na liga francesa.

No Verão de 2017, regressou  ao Dragão, melhor jogador, mais adulto e mais experiente,
para assumir um papel importante na equipa. Participou em 43 desafios, ganhou a titularidade como lateral, mas não deixou de dar o seu contributo mais à frente.  Em ambos os postos, a velocidade e a procura da profundidade para causar desequilíbrios foram as suas armas preferidas.











As suas performances valeram-lhe a presença no Mundial da Rússia/2018 (assunto que abordarei brevemente na rubrica Internacionais portistas) e a cobiça de vários emblemas europeus.

Os ingleses do Leicester venceram a corrida a troco de 25 milhões de euros, por cinco temporadas.

Palmarés ao serviço do FC Porto (1 título):

1 Campeonato Nacional (2017/18)

Fontes: Arquivo do blogue, Site oficial do FC Porto e Zeroazero.pt

segunda-feira, 16 de julho de 2018

MUNDIAL RÚSSIA/2018

Terminou no fim de semana passada o Mundial Rússia/2018, sem surpresas, face aos finalistas apurados. 

A Bélgica bateu claramente a Inglaterra, na atribuição do 3º e 4º lugares, enquanto a França venceu sem grandes dificuldades a Croácia, sagrando-se pela 2ª vez Campeão do Mundo.















quinta-feira, 12 de julho de 2018

MUNDIAL RUSSIA/2018

O Mundial Russia/2018 caminha a passos largos para o seu epílogo, com uma final inédita e 100% europeia.

Já sem representação de atletas portistas, o último (Maxi Pereira do Uruguai), caiu nos quartos-de-final frente à França, sem contabilizar qualquer minuto de utilização neste certame, e a partir de então sem qualquer preferência quanto ao vencedor, resta agora registar a conclusão do mesmo.


RESULTADOS DOS QUARTOS-DE-FINAL





















RESULTADOS DAS MEIAS-FINAIS










GRELHA


























Face ao emparelhamento oficial, que juntou de um lado as selecções tidas como mais candidatas, a final será tão surpreendente quanto inédita. A França é agora a mais favorita, mas a Croácia terá uma palavra a dizer, apesar de se apresentar aparentemente mais desgastada, fruto de ter sido obrigada a disputar 3 prolongamentos consecutivos.

Os dois jogos finais (apuramento do 3º e 4º lugares e final), serão realizados nos próximos Sábado e Domingo, com transmissão televisiva a cargo da RTP1 e SPORTV1, pelas 15H e 16H, respectivamente:


quarta-feira, 4 de julho de 2018

MUNDIAL RÚSSIA/2018 - QUARTOS-DE-FINAL

São já conhecidas as oito selecções apuradas para disputarem os quartos-de-final, que vão ter lugar na próxima Sexta-feira e no Sábado.







































Conheça agora o emparelhamento dos jogos, de acordo com a grelha oficial da prova:

























Para seguir estes jogos, aqui ficam as datas e os canais televisivos que farão a cobertura:



terça-feira, 3 de julho de 2018

PARTICIPAÇÃO PORTISTA NO MUNDIAL/2018

Depois da eliminação na fase de grupos da Nigéria, com a saída de cena do central Chidozie (não chegou a ser utilizado), só Maxi Pereira ainda se mantém em prova, à custa da vitória sobre Portugal, de Ricardo Pereira, já que também o México, de Layun, Herrera e Corona, foram eliminados nos oitavos-de-final.

Ricardo Pereira, estreou-se neste Mundial, jogando todo o tempo frente ao Uruguai, mas não foi feliz já que Portugal não conseguiu evitar a derrota, sendo assim eliminado. Foi a última internacionalização como atleta do FC Porto, pois vai representar os ingleses do Leicester na época que vai começar.

Maxi Pereira beneficiou com a vitória sobre Portugal e apesar de ainda não ter sido utilizado, passa a ser o sobrevivente dos jogadores portistas neste Mundial.

Miguel Layún e Herrera foram utilizados no jogo frente ao Brasil. O médio a tempo inteiro e o defesa toda a segunda parte. Corona não saiu do banco, terminando também para os três mexicanos esta aventura no Mundial.









































Há um outro atleta ainda ligado contratualmente ao FC Porto que ainda está em prova. Refiro-me naturalmente ao colombiano Quintero.  Não o tenho incluído neste lote pelo facto de ser considerado uma carta fora do baralho (está fora do clube desde a temporada de 2014/15). Recordo que se encontra emprestado ao River Plate, até ao final deste ano civil, sendo provável a sua desvinculação (venda), talvez até antes do término desse empréstimo, face às prestações muito positivas que o têm valorizado.

sábado, 30 de junho de 2018

BIS DE CAVANI ESCORRAÇA PORTUGAL DO MUNDIAL



















FICHA DO JOGO



























O Futebol tem destas coisas. A melhor exibição da equipa portuguesa neste Campeonato Mundial, não foi suficiente para superar o talento e a eficácia goleadora do avançado uruguaio Cavani, autor dos dois golos de belo efeito, ainda que algo facilitados por alguma desconcentração dos defesas portugueses.

A vencer desde o minuto 7, o Uruguai procurou desenvolver o seu futebol habitual, de grande controlo defensivo e exploração do contra ataque rápido e dos erros adversários.

Por isso, Portugal teve mais bola (finalmente) mas também grandes dificuldades para se abeirar com perigo à baliza Sul americana.

Conseguiu chegar à igualdade aos 55 minutos, na sequência de um canto a que Pepe deu o melhor seguimento com cabeçada certeira, mas sete minutos depois Cavani sentenciou a partida com golo fabuloso.

Portugal voltou a carregar, mas sempre sem grande convicção e muito menos inspiração. CR7 esteve longe do fulgor que o notabilizou e quando assim é a equipa ressente-se. 

Uma perdida de Bernardo Silva foi o melhor que se viu da equipa das quinas que também não teve a habitual magia de Quaresma que entrou aos 65 minutos.

O adeus ao Mundial é um facto bem merecido, face ao fraco rendimento geral dos jogadores lusitanos.

Destaque para a estreia do portista Ricardo Pereira, que realizou a sua derradeira internacionalização, como atleta do FC Porto.

sexta-feira, 29 de junho de 2018

MUNDIAL RÚSSIA/2018 - OITAVOS-DE-FINAL

Começam-se a disputar amanhã, Sábado 30 de Junho de 2018, os Oitavos-de-final do Mundial Rússia/2018.

Conheça a grelha que conduzirá as selecções vencedoras até à final:
























Conheça também o calendário das transmissões televisivas dos jogos dos oitavos-de-final: