quarta-feira, 6 de abril de 2011

VAMOS LÁ CUMPRIR O NOSSO DESTINO: VENCER!

Depois da curta festa pelo título nacional, garantido no domingo passado em Lisboa, é tempo de voltar a arregaçar as mangas pois nova contenda importante se perfila no horizonte próximo.

Trata-se da 1ª Mão dos quartos-de-final da Liga Europa, em que o FC Porto deposita legítimas ambições.

O adversário é de qualidade insuspeita pelo que todo o cuidado será pouco, para que os atletas azuis e brancos possam construir um resultado capaz de manter a chama bem forte, rumo a mais este objectivo. 
Fundado em 1922 como Círculo de Desportos de Moscovo e mais tarde conhecido como Krasnaya, Presnya, Pishecheviki e Ducat, foi só em 1935 que o clube se estabeleceu como Spartak, em honra ao rebelde romano Spartacus. Um curto período sob o domínio dos trabalhadores da cooperativa de produtos alimentares Promkoopetsilia, levou a que o clube passasse a ser efectivamente alcunhado de Myase (a carne).

Membro fundador da Liga do Soviete Supremo, em 1936, o clube venceu o segundo dos dois títulos da Liga atribuídos no mesmo ano. A sua primeira Taça da URSS chegou às vitrinas do clube em 1938.

O Spartak e o FC Dínamo de Moscovo dominaram as primeiras décadas do futebol  soviético, mas o clube entraria em declínio nos anos 70 e viria a descer de divisão, pela única vez na sua história, após ter terminado em 15º lugar da Liga, em 1976. Na época seguinte regressaria ao escalão principal para se fixar definitivamente.

Após o colapso da União Soviética, o Spartak dominaria a Liga russa sob o comando do treinador e presidente Oleg Romantsev, que ainda se encontra no clube como consultor-técnico.

O Spartak venceu nove dos dez campeonatos disputados entre 1992 e 2001, oito dos quais sob a orientação técnica de Romantsev.

O novo milénio fez tremer o domínio do Spartak que, no entanto, continua a ser a única equipa russa a ter chegado às meias-finais das três principais provas da UEFA: Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1990/91, Taça dos vencedores das Taças, em 1992/93 e Taça Uefa, em 1997/98.

Conta nas suas fileira com o nosso conhecido Ibson.
(Apresentação do Spartak in site da UEFA)


Em relação ao jogo de Domingo, são duas as alterações na lista dos convocados. Saem Sapunaru e Rúben Micael que dão lugar a Souza e Walter.


Lista dos convocados


Guarda-redes: Helton e Beto;
Defesas: Fucile, Rolando, Otamendi, Maicon e Álvaro Pereira;
Médios: Fernando, João Moutinho, Guarín, Belluschi e Souza;
Avançados: Hulk, Falcao, Walter, Silvestre Varela, James Rodríguez e Cristian Rodríguez


EQUIPA PROVÁVEL
Competição: Uefa Europe League - Quartos-de-final - 1ª Mão
Palco: Estádio do Dragão - Porto
Data e hora: 07 de Abril de 2011, às 20:05 h
Árbitro: Serge Gumienny - Bélgica
Transmissão: SportTv1

3 comentários:

  1. Arrumada a questão do título e de forma brilhante, o Dragão parte para outro compromisso com a vitória, agora na Liga Europa. Para além do valor dos russos, equipa perigosa e melhor fora que em casa, tudo vai depender da forma como o F.C.Porto se apresentar. Se por um lado respiramos confiança, temos o ego lá em cima, estamos motivadíssimos, cheios de vontade de mostrar serviço, também lá fora e temos um historial frente a equipas russas, que nos faz encarar o jogo e a eliminatória com optimismo, por outro, há a natural descompressão de ter atingido o principal objectivo da época, há muitos poucos dias. Terão os nossos jogadores ultrapassado o clima de festa e estarão com a cabeça completamente limpa? Vamos acreditar que sim e que amanhã vamos dar um passo importante rumo às meias-finais, vamos continuar com um enorme sorriso nos lábios.
    Lá estarei e espero que quem puder faça como eu. Esta equipa que tantas alegrias nos tem proporcionado, merece todo o nosso apoio, todos os nossos sacrifícios.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Bom dia,

    Esta equipa russa, treinada por Valery Karpin, ex jogador do Celta de Vigo que esteve no jogo dos 7-0 ao Benfica e marcou, é uma equipa de futebol curto, fruto dos muitos sul-americanos no plantel.
    Para chegar aos quartos-de-final o Spartak, que foi repescado da Liga dos Campeões, eliminou o Basileia nos 16avos (venceu 3-2 na Suiça e empatou 1-1 em Moscovo) e o Ajax nos oitavos-de-final (ganhou 1-0 na Holanda e ganhou 3-0 em Moscovo).
    Na Liga dos Campeões o Spartak fez 9 pontos, fruto de 3 vitórias, uma fora por 1-0 diante do Marselha, uma outra em casa por 3-0 diante do Zilina e outra fora diante deste mesmo adversário por 2-1.

    Perderam os outros 3 jogos, um fora por 3-0 diante do Marselha, outro fora por 4-1 diante do Chelsea e finalmente em casa novamente diante do Chelsea por 2-0. Os apurados do grupo foram o Chelsea e Marselha.

    É uma equipa que conta no seu plantel com vários jogadores brasileiros, entre os quais o nosso bem conhecido Ibson. Conta com o perigoso goleador brasileiro Wellinton que na época passada foi o melhor marcador da liga russa com 20 golos, o que contudo não impediu o 4º. lugar no campeonato.
    A jovem estrela da equipa é Jano Ananidze, médio ofensivo de 19 anos, está a causar sensação na Rússia, UEFA Europa League e selecção georgiana.
    Com 1,70m de altura e apenas 60kg, pode ser de estatura reduzida, mas Ananidze já causou sensação na primeira divisão russa. No ano passado, o jovem tornou-se no mais novo marcador na história da Liga russa e, aos 18 anos, este entusiasmante médio já tem experiência em jogos de selecções, UEFA Champions League e UEFA Europa League.

    É uma equipa menos forte que o CSKA, e que está ao nosso alcance.
    Somos favoritos nesta eliminatória.

    Espera-se muito apoio no Dragão para dar-mos um passo decisivo rumo às semi-finais.

    Abraço

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Boas,

    temos equipa, treinado e estrutura para levar de vencidos os russos ... se mantivermos a mesma seriedade, concentração e atitudo não é o spartak que nos vai tirar do objectivo.

    um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar