segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

GOLEADORES PORTISTAS - Nº 37












DUDA - Goleador Nº 37

Apontou 52 golos em 148 jogos oficiais, disputados com a camisola do FC Porto, durante as cinco épocas em que esteve ao seu serviço (1976/77 a 1980/81).

José Francisco Leandro Filho (Duda) nasceu em 4 de Agosto de 1947, em Maceió,  Estado de Alagoas, Brasil.

Duda chegou a Portugal na temporada de 1971/72, proveniente do Sport Club do Recife, com destino ao Vitória Futebol Clube (Setúbal), então treinado pelo «mestre» José Maria Pedroto. Foi, durante as 4 temporadas em que representou os sadinos, o melhor marcador da equipa, patenteando a sua capacidade goleadora. Senhor de pontapé forte e espontâneo e de um bom jogo de cabeça, este avançado brasileiro sobressaía pela sua capacidade para descair pelas alas e aparecer em zonas de finalização com oportunismo e eficácia, obtendo assim muitos e bons golos.

Pedroto, que o havia treinado em Setúbal, reconhecia-lhe valor,  e mesmo sabendo que a sua performance em Espanha, ao serviço do Sevilha, na temporada de 1975/76, não tivesse sido muito regular, não hesitou em recrutá-lo para o FC Porto na temporada de 1976/77.






















Duda estreou-se oficialmente com a camisola do FC Porto, em 4 de Setembro de 1976, no Estádio das Antas, frente ao Portimonense, em jogo a contar para a 1ª Jornada do Campeonato nacional 1976/77, com vitória portista por 3-0. Duda começou o jogo no banco e entrou aos 30 minutos, a render Oliveira, sendo o autor do 3º golo.

Na primeira época de dragão ao peito foi um dos protagonistas da conquista da Taça de Portugal e nas duas épocas seguintes da conquista do bi-campeonato nacional.

Duda esteve também em destaque na UEFA, sendo o protagonista de um memorável hat-trick que conseguiu frente ao poderoso Manchester United, para a Taça das Taças (1977/78), em jogo que o FC Porto venceu por 4-0, bem como frente ao AC Milan, para a Taça dos Campeões Europeus (1979/80), tendo marcado no Estádio Giuseppe Meazza, o golo da vitória portista que garantiu a passagem à 2ª eliminatória da prova.

Na última época (1980/81) apenas fez 14 jogos, acabando por regressar a Setúbal na temporada de 1981/82, para jogar uma temporada.












As últimas duas temporadas da sua carreira (1982/83 e 1983/84) foram passadas ao serviço do Clube de Futebol de Oliveira do Douro.

Títulos ao serviço do FC Porto (3):
2 Campeonatos Nacionais (1977/78 e 1978/79)
1 Taça de Portugal (1976/77)

Fontes: Almanaque do FC Porto, de Rui Miguel Tovar e ZeroaZero.pt

1 comentário:

  1. Grande Duda ... quase no fim do jogo deu-nos um campeonato !


    Abraço

    ResponderEliminar