domingo, 25 de março de 2012

QUEM NÃO CUMPRE A OBRIGAÇÃO ARRISCA-SE A NÃO SER CAMPEÃO

FICHA DO JOGO
(Clicar no quadro para ampliar)

O FC Porto continua na senda de maus resultados. Hoje, na Mata Real voltou a perder pontos na corrida para o título, cedendo mais um empate, depois de uma exibição cinzenta, mais uma, que não irradia confiança aos seus adeptos, pelo menos aos mais exigentes, já que há outros que por ventura vão achar que esta exibição e este resultado não beliscam a ambição de chegar ao título, porque os Dragões ainda dependem apenas de si próprios.

Embora este argumento seja irrefutável, as exibições medíocres que a equipa vai registando, demonstram falta de «estofo de campeão» e por isso, numa análise não toldada pela paixão, direi que, a manterem-se, o mais provável é que esta equipa não consiga fazer a festa no final do campeonato.

O jogo de hoje até nem teve as dificuldades previstas, uma vez que o Paços de Ferreira raras vezes criou situações de aperto. Na única oportunidade que teve marcou, mais uma vez numa «abébia» dos defensores portistas. Foi digamos, uma equipa mais preocupada em defender e aí beneficiou da sua boa organização e sobretudo da falta de eficácia dos atacantes portistas, que criaram oportunidades claras para construir um resultado tranquilo.

A equipa portista voltou a ser uma equipa previsível, lenta e pouco esclarecida. Os jogadores apresentam défices de confiança, de capacidade técnica e, em alguns casos, também de capacidade física. 

Para mim, habituado que estou a ver futebol de alta competição, este é o retrato de uma equipa descrente, de uma equipa que se arrasta, de uma equipa que não merece ser premiada com o título. Mal do país se este futebol chegar para ser campeão.

Da arbitragem não vou falar, porque se os jogadores falharam clamorosamente, não me parece correcto evocar esse argumento.

7 comentários:

  1. Boas,

    Mau muito mau ... não pelo jogo em sí porque poderiamos ter marcado mais um par de golos ... mas mau para o meu coração, mau porque perdemos mais uma oportunidade de nos distanciarmos para 3 que seriam 4 pontos e fundamentalmente mau porque se o braga ganha deixamos a liderança, e como diz o ditado candeia que vai á frente ...

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. SERÁ QUE O FC PORTO NÃO QUER GANHAR O CAMPEONATO?
    Não podíamos vacilar, não podíamos perder pontos. De modo nenhum. Mas perdemos. Tínhamos de aproveitar a oportunidade para nos distanciarmos. Assim… não sei.
    Anteontem rejubilei, hoje acabrunhei. Só me apetece fazer uma pergunta:
    SERÁ QUE O FC PORTO NÃO QUER GANHAR O CAMPEONATO?

    ResponderEliminar
  3. Excelente comentário, amigo. Destaco:

    "Para mim, habituado que estou a ver futebol de alta competição, este é o retrato de uma equipa descrente, de uma equipa que se arrasta..."

    Isto é um suplício. Como é possível!? Esta equipa não merece o que os adeptos querem: o Campeonato. Eu estou tão deprimido que não sei se verei mais jogos até ao fim da competição. É desilusão atrás de desilusão.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. caro Rui, caríssimos,

    a vossa é também a minha frustração.

    vamos «acarditar» que será possível.
    "ser Porto" também inclui desventuras como a de esta época ;)

    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  5. Bom dia,

    Ontem mais uma vez fomos incapazes de ter o estofo, manha e astucia para controlar o jogo e conseguir a vitória.

    Mais uma vez sofremos um golo num erro grosseiro, neste caso de Rolando, que se esqueceu do homem, que durante todo o jogo havia marcado de forma eficiente.

    Mais uma vez falhamos na finalização. Qualquer João Tomás do nosso campeonato finalizaria algumas delas.

    Mais uma vez o árbitro deixou por marcar um penalti que daria a tranquilidade a uma equipa intranquila.

    Por tudo isto, nem razão nem coração me fazem acreditar que esta equipa consiga o bicampeonato.

    Os adeptos não merecem isto.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    ResponderEliminar
  6. É difícil digerir mais um resultado destes, mas não vou desistir, baixar a guarda, atirar a toalha.
    É duro, mas um portista está habituado, eu pelo menos estou, a que nada lhe seja oferecido de mão beijada, está habituado a sofrer, cair, para logo se levantar.

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Mau, muito mau.

    SE a vitória se confirmasse o jogo acabava por 'escapar' (digo isto porque, com Vítor Pereira, já me contento com os três pontos), mas nem isso conseguimos.

    O jogo parecia controlado e, apesar das muitas (e boas!) defesas de Cássio, tínhamos o triunfo na mão até que, num dos poucos lances, de perigo da equipa da casa, deitámos tudo a perder. E reações no banco não existiram. Só ao minuto 87', já tarde, e hoje podemos perder o primeiro lugar. É certo que, caso aconteça, continuamos a depender de nós para sermos campeões, mas tudo ficou mais difícil..

    Abraço, Gaspar Lança

    ResponderEliminar